Tipos de má oclusão dentária e como tratar

Compartilhe:

Oclusão dentária é o contato dos dentes superiores com os inferiores ao fechar a boca. Em condições normais, os dentes superiores devem encobrir ligeiramente os inferiores, ou seja, o arco dentário superior deve ser um pouco maior que o inferior. Qualquer alteração nesse mecanismo é chamada de má oclusão dentária que pode trazer danos para os dentes, gengivas, ossos, músculos, ligamentos e articulações.

Os principais tipos de oclusão dentária são:

Classe 1: oclusão normal, no qual o arco dentário superior encaixa-se perfeitamente com o arco dentário inferior;
Classe 2: a pessoa parece não ter queixo, pois o arco dentário superior é muito maior que o arco inferior.
Classe 3: o queixo parece muito grande, pois o arco dentário superior é bem menor que o inferior.

Embora na maioria dos casos, a má oclusão seja muito leve e não necessite de tratamento, existem casos em que é bastante acentuada, sendo recomendado consultar um dentista para iniciar o tratamento, que pode incluir o uso de aparelhos ou cirurgia, por exemplo.

Principais sintomas

Além da alteração estética, os sintomas de má oclusão podem ser muito difíceis de identificar, pois é um problema que vai surgindo ao longo do tempo e, por isso, a pessoa vai se acostumando, sem perceber que seus dentes estão alterados.

Assim, alguns sinais que podem indicar que existe uma má oclusão dental, são:
1. Desgaste dos dentes, fazendo com que os dentes não sejam lisos no topo;
2. Dificuldade ao desconforto ao morder ou mastigar;
3. Presença frequente de cáries;
4. Perda de um ou mais dentes;
5. Dentes com partes muito expostas ou sensíveis, causando muito desconforto ao ingerir alimentos frios ou doces;
6. Dores de cabeça, dor e zumbido nos ouvidos frequentes;
7. Problemas na articulação da mandíbula.

Em alguns casos a má oclusão dentária pode também ser responsável por causar má postura e desvios na coluna.

Na maior parte dos casos, os sintomas não são identificados e, por isso, o problema da má oclusão pode apenas ser identificado por um dentista durante consultas de rotina, especialmente quando é feito um exame de raio X, por exemplo.

Tratamento para má oclusão dentária

O tratamento para má oclusão dental só é necessário quando o os dentes se encontram muito desviados de sua posição ideal e, geralmente, é iniciado com o uso de aparelhos ortodônticos para tentar recolocar os dentes no local correto. O uso deste tipo de aparelhos pode variar entre os 6 meses e os 2 anos, dependendo do grau da má oclusão.

Durante o tratamento com o aparelho, o dentista pode ainda necessitar fazer a remoção de um dente ou colocar uma prótese, dependendo dos casos, para permitir que os dentes tenham o espaço ou a tensão necessária para regressarem ao seu lugar ideal.

Já nos casos mais graves, em que a alteração da boca é muito acentuada, o aparelho pode não ser capaz de colocar os dentes no local correto e, por isso, o dentista pode aconselhar fazer uma cirurgia ortognática para alterar a forma dos ossos do rosto.

Fonte: Tua Saúde. Disponível en: https://www.tuasaude.com/oclusao-dentaria/. Accesso en: 15/07/2019.