Notícias

Aqui você confere todas as notícias do ramo odontológico.

Saliva pode ser indicador na pesquisa do mal de Alzheimer

Notícias

Saliva pode ser indicador na pesquisa do mal de Alzheimer

Um estudo apresentou novas evidências de que a saliva poderia ser usada para diagnosticar o mal de Alzheimer. Segundo a Organização Mundial da Saúde, estima-se que 47,5 milhões de pessoas sofrem com demência no mundo, sendo que a doença é a causa mais comum. Contudo, costuma ser diagnosticada tardiamente e este processo, além de caro, é invasivo.

O pesquisador líder, graduado em neurociência pela Universidade de Alberta, relatou que o estudo mostra forte associação entre certas substâncias na saliva e as habilidades cognitivas. Entre os participantes da pesquisa estavam pacientes diagnosticados com Alzheimer, outros com deficiência cognitiva leve e também pessoas com envelhecimento cognitivo normal. A análise das amostras de saliva mostrou que os níveis mais elevados de certos metabólitos no mal de Alzheimer e no grupo com deficiência cognitiva tinham pior desempenho de memória episódica em comparação ao outro grupo.

A vantagem, segundo o pesquisador, é que a saliva é facilmente obtida e mostra potencial promissor para o controle do declínio cognitivo. Mas alertam que os estudos estão apenas em fase inicial e ainda é preciso realizar muitas pesquisas. Além de identificar a doença, a saliva poderia contribuir para maior compreensão do componente metabólico do mal de Alzheimer, o que ainda hoje é um mistério para especialistas.

fonte: Dental Tribune
imagem retirada de http://www.abo.org.br/site/#/noticias/2015/10/saliva-pode-ser-indicador-na-pesquisa-do-mal-de-alzheimer